Artigos e notícias

Caros associados,

É com grande felicidade que recebemos a notícia que uma das nossas eméritas associadas Dra. Tania Maria Sih recebeu uma carta do American College of Surgeons sendo indicada para receber o prêmio de  Honorary Fellowship pelas  “destacadas realizações em cirurgia, reputação internacional e serviços humanitários com distinção” a ser entregue em Boston nos EUA, dia 21 de Outubro , durante o Congresso desta instituição  deste ano!

Além desta comenda a Dra Tania Sih foi eleita pelas associações de otorrinolaringologia pediátrica de representatividade internacionais ( ESPO, ASPO, IAPO, APOG)  como presidente do Primeiro Congresso Mundial de otorrinolaringologia pediátrica que será realizado em  Buenos Aires em 2019.

Parabéns a Dra. Tania e a Otorrinolaringologia Pediátrica brasileira.

Um grande abraço,

Dr. Vinicius Ribas Fonseca
Diretor Presidente da ABOPe 2018-2019.

 


Eleições 2017 - Chapa inscrita na Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediatrica – ABOPe

Chapa única – Colégio eleitoral divulga a chapa inscrita na Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediatrica – ABOPe.

Os membros serão aclamados na assembleia que acontecerá durante o 47º CBO.

Diretoria Executiva

Diretor Presidente – Vinicius Ribas de Carvalho Duarte Fonseca

Diretor Vice-Presidente - Rebecca Maunsell

Diretor Primeiro Secretário - Cláudia Schweiger

Diretor Segundo Secretário - Rodrigo Guimarães Pereira

Diretor Primeiro Tesoureiro - Carolina Miura

Diretor Segundo Tesoureiro - Alexandre Caixeta Guimarães


Conselho Fiscal

Presidente do Conselho – Melissa Avelino

Secretário do Conselho – Renata Di Francesco

Secretário Adjunto do Conselho – José Faibes Lubianca

 


06/09/2017

I Consenso e Recomendações Nacionais em Crianças Traqueostomizadas é publicado pela ABORL-CCF

A ABORL-CCF, por meio da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe), realizou, em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria, o Primeiro Consenso e Recomendações Nacionais em Crianças Traqueostomizadas. O evento aconteceu no dia 18 fevereiro, na sede da ABORL-CCF, e marcou a finalização do documento que será publicado no volume 83, número 5, de setembro/outubro de 2017 do Brazilian Journal of Otorhinolaryngology (BJORL).

De acordo com Dra. Melissa Avelino, presidente da ABOPe, a iniciativa da ABORL-CCF em apoiar esse projeto foi fundamental para seu sucesso. "Agradeço a nossa presidente, Dra. Wilma Anselmo Lima, pelo apoio na realização deste importante projeto, que poderá auxiliar todos os profissionais de saúde que estão envolvidos no cuidado de Crianças Traqueostomizadas", afirma.


28/07/2017

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ELEIÇÕES GERAIS -  ABOPE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE OTORRINO PEDIÁTRICA


A ACADEMIA BRASILEIRA DE OTORRINOLARINGOLOGIA PEDIÁTRICA ABOPE, com sede à Av. Indianópolis, 1.287, Bairro Planalto Paulista, na cidade de São Paulo, neste ato representado por sua Presidente – Dra. Melissa Ameloti Gomes Avelino, vem através do presente, COMUNICAR aos seus associados, de acordo com o Estatuto Social em vigor, que PROMOVERÁ, no período de 15 de setembro a 05 de outubro de 2017, as eleições para Diretoria Executiva, sendo seus resultados, respectivamente, proclamados e referendados na Assembleia Geral Ordinária que será realizada em 01 de novembro de 2017, por ocasião do 47º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial, em Florianópolis/SC.


Para visualizar o Edital clique aqui.

São Paulo, 28 de julho de 2017. 

Dra. Melissa Ameloti Gomes Avelino
Presidente da ABOPE



EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

A ACADEMIA BRASILEIRA DE OTORRINO PEDIÁTRICA - ABOPE vem, através do presente edital, e por meio de seu Diretor-Presidente, do seu Estatuto Social vigente, levar ao conhecimento de todos os associados, convocados para a Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se no dia 04 de novembro de 2016 das 12:45 às 14:00, durante o 46º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirur gia Cérvico – Facial, a qual ocorrerá para deliberarem a seguinte ordem do dia:

1- Aprovação da Ata Anterior
2 - Apresentação do relatório da gestão
3 - Apresentação do relatório financeiro durante a gestão  
4 - Aprovação das mudanças Estatutárias (clique aqui)
5 - Parecer do Teste da linguinha
6 - Ação conjunta com a SBP na tentativa da criação de Linhas de Cuidados em crianças traqueostomizadas  e a importâncias da Alta Complexidade nas cirurgias de vias aéreas
7 - Combined Meeting
8 - Congresso Brasileiro de Otorrino Pediatria
9 - Assuntos Gerais

Em referência a Ata da Assembleia Geral anterior e relatório financeiro mencionado na da ordem do dia, estarão os mesmos disponibilizados no endereço eletrônico da ABOPe – www.abope.org.br, para análise dos associados interessados, eis que na Assembleia estará se propondo a não leitura dos mesmos.
Não havendo na hora acima indicada número legal de associados para a instalação dos trabalhos em primeira convocação, a Assembleia será realizada 30 (trinta) minutos após, no mesmo dia e local, com os mecanismos a atender os quóruns estatutários.

São Paulo, 29 de setembro de 2016.

Dr. Melissa Ameloti Gomes Avelino
Presidente da ABOPe  

31/03/2016

Estratégia global para reduzir mortalidade por asfixia, especialmente em crianças, através da educação sobre riscos de asfixia. Saiba mais.


03/08/2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA
ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

A ACADEMIA BRASILEIRA DE OTORRINO PEDIÁTRICA - ABOPE, inscrita no CNPJ. 17.324.398/0001-14, vem, através do presente edital e por meio de seu Diretor-Presidente, de acordo com o estatuto vigente, levar ao conhecimento de todos os associados que realizará no dia 04 de setembro de 2015 ás 12:00 a Assembleia Geral Extraordinária, na Sede,  localizado na Avenida Indianópolis, 1.287, Planalto Paulista - São Paulo – SP, para deliberarem a respeito da seguinte ordem do dia:

  1. Prorrogação do Mandato da atual diretoria.

Em referência a prorrogação do mandato, tal mecanismo se faz necessário tendo em vista que o mandato da atual diretoria teve início em 20 de novembro de 2013, mandato de dois anos, com término em 20 de novembro de 2015. Entretanto, para sincronizar as eleições gerais da ABOPe com a realização da próxima Assembleia Geral Ordinária, que acontecerá durante o 45º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial, em Novembro, que está sendo proposta para a Assembléia Geral Extraordinária a prorrogação do mandato da atual diretoria até novembro quando então acontecerá a eleição geral da ABOPe.
Não havendo na hora acima indicada número legal de associados para a instalação dos trabalhos em primeira convocação, a Assembleia será realizada 30 (trinta) minutos após, no mesmo dia e local, com os mecanismos a atender os quóruns estatutários.

São Paulo, 03 de agosto de 2015.

Dra. Renata Cantisani Di Francesco Mion
Presidente da ABOPe


15/04/2014

Fique atento! Saiba o que fazer quando o bebê engasgar

O que os pais da pequena Kethlyn, de apenas oito dias, viveram na última quarta-feira, em Itanhaém, é o medo da maioria das pessoas que presenciam a tosse insistente de alguém que se engasgou. Sufocada, a menina já corria risco de morrer. Ela foi salva por dois policiais militares que realizaram os primeiros socorros, após longos minutos de desespero dos pais. Só então todos puderam respirar aliviados. 

O que a pequena Kethlyn viveu é mais um alerta para a necessidade de, em casos como esse, manter a calma e dominar alguns procedimentos que podem ajudar.
 
De acordo com o médico e diretor da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, Eduardo de Sá Pedroso, apesar de poder acontecer com qualquer pessoa, casos de engasgo acometem mais crianças e idosos. Isso por conta de incorreções na deglutição ou, no caso das crianças, pela ingestão de pequenos objetos.

“Ao invés de se dirigir para o esôfago e seguir para o estômago, o corpo estranho cai nas vias aéreas”, explica o médico. Segundo Pedroso, muitas vezes o alimento forma um ‘bolo’ no esôfago que causa desconforto, mas sem grandes complicações. Agora, quando segue pela laringe e ultrapassa a prega vocal provoca uma tosse muito forte. “Essa tosse pode deslocar o ar em até 300 km/h. É uma forma de o organismo expelir aquele corpo estranho”.

Apesar do susto, na grande maioria dos casos a tosse resolve o problema. O pior acontece quando todo o canal é obstruído, não se tem reação e a respiração fica impossibilitada.

“Nesses casos, se for um bebê, é preciso colocá-lo de barriga para baixo, apoiado no braço e, este por sua vez, na perna. Se for líquido, essa posição já ajuda. Se foi obstrução por sólido, é preciso dar empurrões nas costas, com uma força dosada para o tamanho da criança”.

No caso dos adultos e crianças maiores, a manobra de Heimlich é a indicada. Posicione-se atrás da vítima, se ela ainda estiver consciente. Em crianças, posicione-se atrás, de joelhos. Coloque uma das mãos fechadas sobre a chamada boca do estômago e com a outra, comprima a primeira, ao mesmo tempo em que empurra para dentro e para cima, como se fosse levantar a pessoa.

“Tudo isso deve ser realizado sem esquecer de pedir para alguém chamar socorro profissional. Se a pessoa desmaiar, é importante verificar se é possível retirar o corpo estranho com o dedo. Caso contrário, procedimentos médicos precisam ser tomados com urgência”, diz Pedroso.

Pneumonia

Balas mais duras, amendoim e pipoca. Esses alimentos, afirma Pedroso, devem ficar de fora da alimentação de crianças até mais ou menos 5 anos. O médico explica que pequenos pedaços podem não causar engasgos, mas ser aspirados e alojados no pulmão. “Esses fragmentos podem acumular secreção e causar pneumonia”.

Já os idosos que usam dentaduras devem redobrar os cuidados na hora de comer. “Como com a prótese pode se perder a sensibilidade em alguns locais, isso pode fazer com que o controle da deglutição diminua, favorecendo os engasgos”.

Rápido demais

Os hábitos atuais também podem garantir um cenário propício para os engasgos. “Comer e mastigar rápido demais é um perigo. Nesse dia a dia atribulado, é preciso ter mais calma na hora de comer”.

Fonte: A Tribuna
http://www.atribuna.com.br/cidades/fique-atento-saiba-o-que-fazer-quando-o-beb%C3%AA-engasgar-1.369680


09/04/2014

Quatro coisas sobre audiometria

Feito por um fonoaudiólogo, o exame avalia a audição e deve ser realizado no início da alfabetização da criança

O que é
É um exame para avaliar a audição. O fonoaudiólogo analisa como a criança escuta as diferentes frequências do som (médio, grave e agudo) e qual é a menor intensidade que ela ouve.

Como é feito
Em uma sala, com fones nos ouvidos, a criança é estimulada a levantara mão (ou apertar um botão ou colocar um brinquedo na caixa) sempre que ouvir algo. O fonoaudiólogo vai modificando a frequência e a intensidade do som.

Crianças pequenas
O profissional tenta fazer o teste com a colaboração da criança, de forma lúdica e usando bonecos. Quando não é possível, ele realiza exames que podem ser feitos sem a ajuda dela. Em casos extremos, ela pode ser sedada para fazer a avaliação.

Quando fazer
O primeiro deve ser feito no início da alfabetização ou se há desconfiança de que a criança ouve mal. Se seu filho fala muito alto, não se concentra nas atividades ou apresenta atraso na fala, busque orientação.

Fonte: Marcelo Ribeiro Piza, da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia

Para acessar a reportagem no Portal Crescer, clique aqui.

Fonte: Portal Crescer 


07/11/2012

Curso de Via Aérea Pediátrica

Curso de Via Aérea Pediátrica realizado em Santiago do Chile, no final de setembro, foi avaliado como excelente pelos colegas otorrinolaringologistas presentes. Lá estavam vários membros e os presidentes da ABOPE e da ABLV. Entre os palestrantes estrangeiros estavam os Drs. Robin Cotton, Michael Rutter e o Dr. Philipe Monier. Os dois últimos estarão também abrilhantando o Congresso Brasileiro de Recife


10/07/2012

Luc

Agora à tarde fomos surpreendidos pela notícia da passagem do nosso Luc. Que notícia amarga! Não pára de arder em nossas gargantas e pesa de sobremaneira em nossas almas.
Entristece não só a nós, membros da ABOPE, mas tenho certeza que a todos que privaram de sua agradável companhia, seja no âmbito pessoal, seja no âmbito profissional. Por mais irremissível que pudesse ser o ocorrido, não estávamos prontos e será difícil nos adaptarmos a essa nova realidade.
O Luc nos fará muita falta!

Luc foi o nosso Primeiro Presidente e Fundador, mas não foi só isso, foi e sempre será um paradigma da ABOPE.
Responsável pelo seu nascimento, foi também seu maior incentivador. Criou a primeira disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica que se tem notícia em nosso meio universitário. Plantou e espalhou sementes na pós-graduação que floresceram e deram frutos em todas as regiões de nosso país, onde hoje despontam colegas atuando no cuidado especializado de crianças, só possível pela formação que dele receberam. 
Há aqueles que acham que o Luc passou para outra esfera, outros que não, e outros que não entendem o que representa o fato e o porquê do ocorrido. Nós, da ABOPE, colocamo-nos entre aqueles que terão que se conformar com a inexorável ausência  física, porém Luc estará sempre vivo dentro de nossas mentes e corações e na essência da ABOPE.
Vá em paz e com sensação de dever cumprido, nosso mestre! Mais do que tudo, que fique registrado que Luc deixa hoje não só seus familiares e milhares de colegas, mas principalmente muitos amigos verdadeiros e eternamente gratos.

José Faibes Lubianca Neto
Presidente de Academia Brasileira de ORL Pediátrica (ABOPE)


"Caminhos da Otorrinolaringologia" é sucesso no Rio de Janeiro

Três dias de diversão e aprendizado marcaram a primeira etapa da campanha nacional de saúde “Caminhos da Otorrinolaringologia”, que de 5 a 7 de abril agitou a Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro.

Realizada pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, a mostra foi muito bem recebida pela criançada, pelos pais e pelos adolescentes, que curtiram o feriado da Páscoa viajando pelos ouvidos, nariz e garganta gigantes, testando o olfato com o Jogo dos Aromas, o volume do som dos fones de ouvido e rindo à beça com as trapalhadas e piadas da trupe do teatro.

De acordo com presidente da ABORL-CCF, Marcelo Hueb, a Campanha Caminhos da Otorrinolaringologia mostra toda a força da especialidade, com a unificação de três das principais áreas de atuação do otorrino. "Além da população, precisamos também da participação de todos os nossos colegas, para que, juntos, possamos percorrer os caminhos da otorrinolaringologia pelo Brasil", afirmou.

Além da exposição dos infláveis, a mostra também conta com atendimento ao público para o esclarecimento de dúvidas e uma carreta de 17 metros, onde estão programadas aulas médicas e atrações de entretenimento. Tudo para destacar a importância do médico otorrinolaringologista e garantir mais saúde e qualidade de vida à sociedade. Para isso, o evento contou com a participação de cerca de 70 otorrinos, dentre associados e residentes da ABORL-CCF. 

Mas o sucesso não acabou por aí. Com um público de mais de 8.000 pessoas, a exposição também foi assunto na mídia, com repercussão em grandes veículos, como TV Globo, TV Brasil, TV Bandeirantes, Revista Veja Rio, Jornal O Dia, Jornal do Brasil, Jornal O Globo, portal G1, além de importantes rádios cariocas, como Rádio Record, Copacabana, Roquette Pinto, dentre outras.

E este foi só o começo, pois a ABORL-CCF ainda vai levar a iniciativa para mais 16 cidades brasileiras, em 13 estados. Então apertem os cintos, pois serão mais de 8.400km em nove meses e a próxima parada será em São Paulo.

De 14 a 17 de abril, o público paulista tem um encontro marcado com os “Caminhos da Otorrinolaringologia” no parque do Ibirapuera, e ainda com um diferencial: 16 de abril é o Dia Mundial da Voz, celebrado há 10 anos por uma iniciativa da Academia Brasileira de Laringologia e Voz, braço científico da ABORL-CCF.

Fiquem de olho nas datas e não percam a oportunidade de fazer uma incrível viagem pelo ouvido, nariz e garganta com os "Caminhos da ORL".

Veja abaixo imagens do evento:


Prezados colegas,

É com imenso prazer que me dirijo a vocês na qualidade de Presidente eleito da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica. De antemão, gostaria de afirmar que estou entusiasmado com a possibilidade de poder colaborar para o desenvolvimento dessa área no país, sem fugir da função estatutária da Academia que é ligada à educação, difusão de conhecimento e à pesquisa. Foco nesse aspecto para em caráter definitivo afastar o receio de que a Academia visaria fornecer certificados de área de atuação ou privilégios aos seus membros, especificamente na reserva de mercado. Não visa fornecer certificados de área de atuação, nem mesmo fornecer aos membros da academia algum tipo de privilégio ou reserva de mercado na faixa etária pediátrica.

Por outro lado, uma de nossas metas é acabar com o preconceito de que a ORL Pediátrica se resume à timpanotomia para colocação de tubos de ventilação e às adenotonsilectomias. Para isso, estamos planejando cursos itinerantes envolvendo aspectos peculiares da subespecialidade, demonstrando a atuação em malformações de cabeça e pescoço, avaliação e manejo do estridor, a avaliação e manejo de problemas comuns em pacientes de UTI neonatal e pediátrica, entre outros. Enquanto que em programas de educação e pesquisa a subespecialidade pode atuar em setores primários e secundários de atenção à saúde, parece claro que a atuação profissional da otorrinolaringologia pediátrica se dá prioritariamente em locais de atenção terciária.

Por isso, outra meta da nossa administração será fazer o que for possível para incentivar a formação de mais profissionais com o verdadeiro perfil esperado do otorrinolaringologista pediátrico, incentivando, inicialmente, a formação de programas de aperfeiçoamento na área nos locais onde já existe massa crítica de conhecimento estabelecida ao longo dos anos.

Enfim, há muito a fazer, mas estamos dispostos ao trabalho,


Cordiais saudações,

José Faibes Lubianca Neto.


ESPO 2016 em Lisboa

Brasileiros convidados para ministrarem aulas no Congresso Europeu de Otorrino Pediatria em Lisboa foram Dra. Melissa, Dra. Rebecca Maunsell, Dr. José Lubianca, Dr. Marcelo Hueb e Dra. Tania Sih. Tivemos ainda outros brasileiros apresentando trabalhos científicos em sessões de temas livres como a Dra. Helena Becker; além da apresentação de Pôsteres brasileiros, colocando assim a Otorrino Pediatria Brasileira no mapa!! Motivo de orgulho para ABOPe.



  




SEJA ASSOCIADO ABOPE

A Otorrinolaringologia Pediátrica é uma área de atuação ainda "jovem" não só no Brasil, mas no mundo todo. Por isso, estamos ainda desbravando e conquistando aos poucos o nosso espaço junto aos colegas da nossa e de outras especialidades.

Os objetivos da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe) são de ampliar os conhecimentos do Otorrinolaringologista nas mais diversas patologias que não fazem parte do seu dia a dia, mas que estão presentes nos Hospitais terciários e/ou pediátricos, como as malformações congênitas, os sindrômicos, as atuações junto as UTIs neonatais e pediátricas, crianças especiais de forma geral ou até mesmo crianças normais com doenças complexas.

Nossas principais metas são de difundir o conhecimento científico e também da prática clínica nas patologias da infância através da realização de cursos itinerantes, simpósios, workshops, e uma boa grade científica no nosso Congresso Brasileiro, que esse ano acontece de 02 a 05 de novembro em Goiânia (GO).

Acredito que a grande parte dos colegas otorrinolaringologistas atendam crianças na prática diária e, por esse motivo,  gostaria de aproveitar a oportunidade para convidar todos os associados da ABORL-CCF para que também se tornem membros associados da ABOPe, sem nenhum custo.

Acabamos de adquirir o nosso sistema de gestão da ABOPe e pretendemos assim manter os nossos associados atualizados sobre as novidades da especialidade, atualizações no site e os principais eventos na área.

Conto com o apoio de todos os colegas para crescermos e fortalecermos a Otorrinolaringologia Pediátrica no Brasil.

Clique aqui e faça o seu cadastro!

Att,
Melissa Avelino
Presidente da ABOPE




Itinerantes ABOPE

A Academia conseguiu uma parceria e este ano realizará 02 cursos pelo Brasil.

A educação médica continuada será um marco dessa gestão e esperamos recebe-los nas cidades: São Paulo e Fortaleza.

Temas como: Obstrução Nasal, Otites na infância e Traqueostomia na infância serão abordados nesses encontros.

Em breve, maiores informações. Aguardem!

Att,
Melissa Avelino
Presidente da ABOPE



Cariocão 2016 – IX Congresso da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro

Período: 16 a 18 de Junho de 2016 
Coordenação: Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro 
Local: Hotel Royal Tulip São Conrado
Cidade: Rio de Janeiro/RJ-Brasil 
Website: www.trasso.com.br 
E-mail: trasso@trasso.com.br 
Informações: Tel/Fax: (21) 2521-6905

 


Parque Ibirapuera recebe 2ª Campanha Nacional Otorrino Pediátrica

Nos dias 6 e 7 de novembro, ação alerta para a prevenção de doenças que afetam os ouvidos, nariz e garganta das crianças

Quem é o pai ou a mãe que nunca correu com seu filho ao médico com dor de ouvido ou problemas respiratórios? Casos como esse que parecem comuns podem ser altamente prejudiciais para a formação das crianças. Segundo os especialistas, infecções nos ouvidos, problemas respiratórios, distúrbios do sono e equilíbrio são alguns dos fatores que, se não tratados, podem interferir diretamente no desenvolvimento físico e intelectual infantil.
 
Por isso, nos dias 6 e 7 de novembro, a Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica (ABOPe), em parceria com a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) realiza a 2ª edição da Campanha Nacional Otorrino Pediátrica. O objetivo da campanha é chamar a atenção para as doenças que afetam os ouvidos, nariz e garganta em crianças, além de contribuir para sua prevenção. A ação acontecerá na Arena Ponte de Ferro, das 9h às 17h, e é aberta ao público. A estimativa é que mais de mil pessoas compareçam para participar das atividades educativas.
 
"É muito importante divulgar quais são as principais afecções otorrinolaringológicas infantis e como podem influenciar no desenvolvimento das crianças. Disseminar informações sobre os sintomas e tratamento adequado para cada patologia são determinantes para minimizar suas consequências", afirma a médica otorrinolaringologista Dra Renata Di Francesco, presidente da ABOPe. A superestrutura da Campanha Nacional Otorrino Pediátrica possui seções internas, que apresentam de forma didática e interativa, quatro importantes temas tratados pela otorrinolaringologia pediátrica:
 
Audição: A otite ou inflamação nos ouvidos atinge 70% da população infantil, de acordo com a ABOPe. Em casos crônicos, a otite secretora pode causar perda de audição em cerca de 15% crianças na faixa pré-escolar, afetando o desenvolvimento da fala e a alfabetização. Para entender mais sobre os principais problemas auditivos, os visitantes poderão conferir a representação de um ambiente doméstico com ruídos comuns do dia a dia, um tapete musical que é ativado com os pés, um telefone de lata em que duas crianças conversam em lados opostos, e a medição dos decibéis emitidos pelos brinquedos com efeitos sonoros - por meio do uso do decibelímetro.
 
Equilíbrio: as crianças poderão participar de brincadeiras para entender a relação do ouvido com o equilíbrio e avaliar suas habilidades de estabilidade corporal. "A criança afetada não consegue participar das brincadeiras que outras da mesma idade realizam com facilidade, como andar de bicicleta e pular amarelinha", afirma a médica.

Respiração: Um estudo realizado pela Dra Renata Di Francesco com 292 crianças da cidade de São Paulo concluiu que os pequenos que respiram pela boca têm maior tendência a dificuldades de aprendizado. Por isso, nesta fase da exposição, os participantes conhecerão as principais causas da obstrução nasal e seu impacto na qualidade de vida, brincando no "Jogo dos Aromas", teste para identificar, apenas com o olfato, 10 cheiros diferentes escondidos em uma caixa surpresa.

Sono: No último ambiente do circuito, uma oficina teatral encenará uma sala de aula, onde um ator trajado de aluno e outro como professor dialogam entre si, com os pais e as crianças, sobre os efeitos do ronco e da apneia do sono, problemas que atingem cerca de 3% da população infantil em fase pré-escolar, afetando seu desenvolvimento e aprendizado. Médicos otorrinolaringologistas, que acompanham a apresentação, também farão uma breve palestra sobre o tema.
 
Campanha Digital
Além do evento no Parque Ibirapuera, a campanha estende-se no universo digital. Nos próximos meses, a iniciativa utilizará plataformas on-line, como redes sociais e um blog interativo para divulgar dicas, artigos, curiosidades, notícias do Brasil e do mundo em otorrinolaringologia pediátrica e as principais novidades da campanha.
"Convidamos a todos para participarem dessa importante iniciativa. Será uma ótima oportunidade de aproximar pais, filhos e professores, e informar sobre a importância da prevenção de doenças para a saúde de nossas crianças", conclui a Dra. Renata Di Francesco.
 
Serviço:
Lançamento da Campanha Nacional Otorrino Pediátrica
Data: 6 e 7 de novembro
Horário: das 9h às 17h
Local: Arena Ponte de Ferro - Parque Ibirapuera
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral - Moema - São Paulo (SP)
Única exposição. Entrada franca.

 


EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

A ACADEMIA BRASILEIRA DE OTORRINO PEDIÁTRICA - ABOPE vem, através do presente edital, e por meio de seu Diretor-Presidente, do seu Estatuto Social vigente, levar ao conhecimento de todos os associados, convocados para a Assembleia Geral Ordinária, a realizar-se no dia 26 de novembro de 2015 das 12:30 às 14:00 durante o 45º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico – Facial.

Visualizar o Edital.


62º Congresso da SPORL e Cirurgia Cérvico-Facial


Entre os dias 07 e 10 de maio, a cidade do Porto, em Portugal, foi a cidade de centenas de otorrinos luso-brasileiros. Com intensa troca de conhecimento, o 62º Congresso da SPORL e Cirurgia Cérvico-Facial reuniu os mais renomados Otorrinolaringologistas de Portugal, Brasil e também da Espanha.

Diversos especialistas brasileiros participam do evento, levando o melhor da produção científica do País. Entre nossos representantes estiveram a presidente da ABOPe, Dra Dra. Renata Di Francesco e a secretaria da Academia, Dra. Melissa Avelino. 

A ABORL-CCF também se fez presente com um estande para atender os associados e divulgar o que a entidade oferece. 

 



Projeto Bem Estar Global reuniu associados ABORL-CCF de Florianópolis

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial participou do evento prestando orientação sobre o olfato



No último dia 30/01, o Projeto Bem Estar Global, uma iniciativa da Rede Globo, foi transmitido ao vivo para todo o Brasil diretamente de Florianópolis, Santa Catarina. 

Na ocasião, associados regionais da ABORL-CCF estiveram presentes oferecendo orientações para a população local. Uma tenda da entidade foi montada e lá, mais de 200 pessoas realizaram um teste de reconhecimento de aromas e, ao final do teste, os especialistas orientaram sobre o olfato do participante.

 
Nossos agradecimentos pela participação dos Otorrinos:

EULÓGIO EMÍLIO MARTINEZ NETO
ANA AMELIA SOARES TORRES
PAULO ROBERTO CRESPI
CRISTIANE KHADUR DENIS
WALDIR CARREIRÃO NETO
ANA APARECIDA DE SANTIAGO
FABIO ZANINI
CLAUDIA ROCHA COPPOLI
GUILHERME WEBSTER



Projeto Bem Estar Global será realizado em Florianópolis no próximo dia 30 de janeiro

Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial (ABORL-CCF) participa do evento prestando orientações à população presente

O Projeto Bem Estar Global, uma iniciativa da Rede Globo, transmitida ao vivo para todo o Brasil através do programa Bem Estar, terá sua próxima edição realizada em Florianópolis, Santa Catarina. O evento será no dia 30 de janeiro, das 8h às 17h, na avenida Beira Mar Norte.

Na oportunidade, associados da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial (ABORL-CCF) estarão presentes oferecendo orientações à população local. Uma tenda da entidade será montada onde as pessoas interessadas terão a oportunidade de realizar um teste de reconhecimento de aromas e, ao final do teste, os especialistas orientarão sobre como está o olfato das pessoas participantes do teste.

É Otorrinolaringologista em Florianópolis? Valorize a sua regional e participe dessa importante ação! Basta enviar um email (comunicacao@aborlccf.org.br) dizendo a hora que estará disponível e comparecer!!


Histórico

Em 14/11/14, pela primeira vez, a ABORL-CCF participou da ação Bem Estar Global, fruto de parceria com o programa da Rede Globo, Bem-Estar, que aconteceu na cidade de Porto Alegre - RS.

Cerca de 6 mil pessoas passaram pelo Parque da Redenção em busca de atendimento, orientação e entretenimento. Na Tenda da Respiração, ao lado direito do palco principal, foi possível realizar o Teste do Olfato e descobrir se alguma obstrução nasal estava atrapalhando o reconhecimento dos cheiros. Mais de 200 pessoas, na maioria mulheres, fizeram o teste.

O Dr. José Faibes Lubianca Neto e mais 4 residentes participaram da ação orientando a população. O teste também foi transmitido ao vivo pelo Bem-Estar e gravado para jornais locais.



  



I Workskop de Otorrinolaringologia Pediátrica

A ABORL-CCF e a ABOPe realizaram no dia 13/09, em sua sede, o I Workskop de Otorrinolaringologia Pediátrica. Com 11 palestrantes renomados e módulo prático, o evento reuniu cerca de 30 médicos interessados em aprofundar seus conhecimentos no assunto.

Saiba mais.






Clique aqui para visualizar o conteúdo completo


Academias se reúnem no 43º Congresso Brasileiro de ORL-CCF
Dra. Renata Di Francesco assume a presidência da ABOPe

O 43º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial foi palco para a posse da nova diretoria das academias de supraespecialidades. Durante a reunião de cada instituição, foram apresentadas as principais realizações do ano e discutidos os projetos para a próxima gestão. O presidente do biênio 2012-2013 repassou o cargo para o novo presidente, que terá mandato durante os anos 2014 e 2015.

Otorrino Pediátrica

Durante a assembleia realizada na tarde de 20 de novembro, Dr. José Faibes Lubianca, presidente de Academia Brasileira de Otorrinolaringologia Pediátrica anunciou que a entidade agora tem um CNPJ, o que a credencia a celebrar convênio com a ABORL-CCF e ser admitida como a mais nova academia filiada à associação. Um dos projetos destacados foi a retomada do Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia Pediátrica. Na ocasião, também foi eleita, por aclamação, a nova diretoria da academia para o biênio 2014-2015, presidida pela Dra. Renata Di Francesco.

 

Eventos e cursos
Av. Indianópolis, 1287 - Planalto Paulista - São Paulo - SP - Brasil - Fone: (11) 5053-7500 - Fax: (11) 5053-7512